Luzes de Emergência se Acenderão Automaticamente - Luisa Geisler


O que dizer do título Luzes de Emergência se Acenderão Automaticamente? Sensacional!

Luísa Geisler é uma das autoras contemporâneas mais jovens (26 anos) com uma produção literária bem cultuada e premiada. Logo de cara seus dois primeiros livros foram consagrados com o Prêmio Sesc de literatura em dois anos consecutivos: Contos de Mentirinha (2011) Quicá (2012). O primeiro sendo contos e o segundo um romance. 



Nesta obra, a autora volta a narrativa longa, mas escreve um romance epistolar, intercalado com pequenos capítulos descritivos que dão uma dimensão maior – além da do narrador das cartas, sobre o ambiente em que se passa a história e que muitas vezes nos abre os olhos sobre assuntos que não teriam o mesmo sentido, ou passariam despercebidos, justamente porque não são mencionados nas cartas. 

Henrique é um jovem estudante de administração que vive em Canos, Rio Grande do Sul. Essa não é a primeira graduação que ele ingressou,  mas sempre foi responsável por pagar as mensalidades da faculdade, trabalhando como balconista em um ponto de conveniência de um posto. Ele é um jovem comum, sem muitos anseios ou objetivos grandiosos, no entanto, o seu melhor amigo de infância (Gabriel), sofreu um acidente bobo que o deixou em coma. A partir de então, Henrique começou a escrever cartas destinadas ao Gabriel em um caderno: (I) porque ninguém iria ter como explicar tudo o que aconteceu enquanto ele estava apagado; (II) como uma forma de dialogar com o amigo e também contar o que anda acontecendo a sua volta. 
"Quando alguém tão próximo de ti vai embora do nada, tu percebe que tem fotos demais e lembranças de menos." (P. 120)
Porém, o que se percebe ao logo da obra é que essas cartas falam mais do Ike, apelido do rapaz, do que de qualquer outra coisa. Então, são os problemas, pensamentos e dia a dia do Ike que vão preencher as linhas do caderno aliadas à saudade que sente do amigo e a esperança de que um dia ele acorde. E ele sabe que isso talvez nunca volte a acontecer.


Luisa Geisler possui uma narrativa ágil e  jovem. Seu texto é formal e cheio de gírias tipicas do sul do pais. Esses elementos são aliados a uma história interessante, de tema triste, mas que na realidade não transmite aquela tristeza sensacionalista de livros famosos com a finalidade de trazer ao leitor o choro. É verdade que sentimos um vazio lendo essa obra e ao mesmo tempo uma auto-identificação  com os dilemas relacionados a futuro e relacionamentos.

Alguns temas são pouco explorados, ou tratados de formas sutis. A autora traz a questão da sexualidade mas não desenvolve com profundidade, principalmente a do Ike, já que em determinado momento ele tem uma experiência com Dante, mesmo ele se dizendo hétero. Fica no ar o questionamento, seria ele Gay, hétero ou foi uma amizade colorida? O que nos traz para essa efervescência jovem, onde as experiências são vividas como que para preencher uma sacola de vivencias. Não sabemos ao certo, porém, é perceptível que uma amizade singela e verdadeira surgiu após aquela experiencia, e isso é bem visível.

Foi um primeiro contato com a escrita da autora, o que serve de engate para querer ler mais dela. Luzes de Emergência se Acenderão Automaticamente captura bem os sentimentos daqueles que, às vezes, parecem estar vivendo em uma constante: universidade-trabalho-pagar contas-se relacionar com pessoas-universidade, e que torna o viver algo mecânico e com pouco animo, restando a nós uma luz para nos alertar de que algo não anda bem e que devemos mudarmos o foco desse ciclo eterno e enfadonho. A morte é algo doloroso, mas deixar ir é incomodo do que sustentar o que não criou raízes.

Vale muito a leitura!

Ficha técnica

   Título: Luzes de Emergência se Acenderão Automaticamente
   Autor: Luisa Geisler
   Editora:  Alfaguara
   Edição: 1
   ISBN: 9788579623165
   Gênero: Romance brasileiro
   Ano: 2014
   Página: 296
   Resenha de número: 345


10 comentários:

  1. Oiii Pedro tudo bem?
    Primeiro preciso dizer que não conhecia seu blog e nem seu trabalho e fiquei fascinada menino, esse livro parece ser bem misterioso e vicioso, realmente eu me encantaria muito em lê-lo, e só de ler essa resenha percebo que também quero mais da autora, que tão nova está fazendo sucesso.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Hey, Pedro!

    Nossa, eu nunca tinha ouvido falar da Luisa ou de seus livros.
    Achei o máximo essa história de o personagem manter um diário para mostrar a seu amigo quando - e se - ele acordar do coma. Nunca tinha lido nada com essa premissa.
    Fiquei bem curiosa. Se tiver a oportunidade, vou querer ler esse livro. :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Não conhecíamos livro, foi o meu primeiro contato. E tenho que dizer que não faz muito a minha pegada, então apesar de você ter gostado e recomendando eu irei deixar passar a dica. Muito obrigada.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Oi Pedro,
    Fiquei curioso para conhecer a escrita da Luisa Geisler.
    "As experiências são vividas como que para preencher uma sacola de vivencias."
    Ainda não tinha visitado o De Cara nas Letras. O blog é lindo! Parabéns!!
    Beijos,
    André | Garotos Perdidos

    ResponderExcluir
  5. Não é bem o meu tipo de leitura, apesar de parecer ser um livro bem interessante.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  6. olá, infelizmente, conheço pouco da escrita da autora, mas por alguma razão, o pouco que conheço me fez lembrar de Caio Fernando Abreu, lógico que é uma lembrança bem particular. ainda não tive a oportunidade de ler Luzes de emergência, mas tem um tempo que está em minha lista de leitura.

    ResponderExcluir
  7. Oie
    eu gosto muito desse tituloe jná uqro ler somente por isso haha gostei muito da sua resenha e parece um livro ótimo para eu que não estou acostumada com esse gênero mas quero conhecer coisas novas

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem?

    Confesso que não conhecia o livro e o trabalho da autora, é de fato uma novidade para mim, sei que a Alfaguara apresenta um catálogo de qualidade, sinal que esse livro deve ser bom. Gostei da sua resenha, ficou muito bem escrita, gostei da premissa. Dica anotada!
    Abraços

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Não conhecia o livro nem a autora, mas já achei muito interessante a proposta, e um tanto diferente, assim como essa capa. Anotado a dica.
    Nizete
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia o livro nem a autora, mas já percebi que estou perdendo um trabalho maravilhoso, então já estou anotando a dica por aqui.
    Amei esse título, só por ele já daria uma chance, mas a sua resenha me deixou ainda mais curiosa :)
    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!

Tecnologia do Blogger.