Herman Wouk, autor de 'Ventos de Guerra' e 'The Caine Mutiny', morre aos 103 anos

08:23
O escritor Herman Wouk, cuja experiência na Segunda Guerra Mundial foi a base de seu best-seller “The Caine Mutiny” e dois romances épicos sobre a guerra, morreu nesta última sexta-feira aos 103 anos, disse seu agente literário. 

Autor Herman Wouk em sua casa em Palm Springs, Califórnia 6/11/2012 Stephanie Diani/Simon & Schuster/Divulgação/REUTERS
Ele morreu 10 dias antes de seu aniversário de 104 anos, disse Rennert. 

Wouk tinha 100 anos quando seu último livro “Sailor and Fiddler”, um livro de memórias sobre sua carreira como escritor e sua fé judaica, foi publicado em dezembro de 2015. 

Ele continuou a escrever, mesmo depois de afirmar que “Sailor and Fiddler” seria seu último livro, e estava trabalhando em no próximo até um mês atrás, disse Rennert. 

'Ventos de Guerra' foi publicado no Brasil pela Editora Record 

Wouk era um escritor de piadas antes do romance de 1951 “The Caine Mutiny”, seu terceiro livro, evidenciá-lo no mercado literário. Apresentava o paranóico, incompetente e chocante capitão Queeg, que mais tarde foi retratado de forma memorável na versão cinematográfica por Humphrey Bogart, e ganhou o Prêmio Pulitzer de ficção para Wouk. 

“The Caine Mutiny” ficou na lista de best-sellers do New York Times há mais de dois anos, vendeu milhões de cópias e ainda está sendo vendido.

Fonte: Reuters

Nenhum comentário:

Obrigado pelo seu comentário!

Tecnologia do Blogger.