Arte & Alma | Brittainy C. Cherry

Uma emocionante história de amor que mostra como podemos fazer um erro se tornar algo bom. Com personagens reais e uma trama que foi/é a realidade de muitas pessoas, "Arte e Alma" é um romance que envolve o leitor em uma áurea artística e nos faz refletir sobre família, amizade, amor e responsabilidade. 





Aria tem uma paixão por arte. Ela sempre soube que seria uma artista, isso pulsa em seu ser e ela transparece em seu estilo. Na escola ela tenta permanecer o mais invisível possível, pois sabe que ser vista pode acarretar vários problemas. Se esquivando dos olhares estudantis, ela ama as ultimas aulas, pois são as que ela expõe suas verdades através da pintura e cada dia percebe que esse é o caminho que deve seguir. Mas um deslize aconteceu e todos os sonhos de Aria correm sérios riscos de não serem mais alcançados. 
"Uma pessoa que nunca se perdeu de verdade nunca pode se encontrar de verdade.A arte era tudo que havia de certo e errado no mundo. A arte entende coisas que as palavras não são capazes de expressar." 

Levo é um jovem quebrado que precisou afastar-se de sua mãe para que ela se tratasse e ele pudesse tentar uma reaproximação com o seu pai, que de repente parou de vê-lo e mandar cartas. Entender a razão pela qual o seu o abandonou é o principal objetivo de Levi naquela cidade e ele dará tudo de si para que sua relação com ele volte a ser como antes, mas ao encontrar o pai percebe que será mais complicado do que imaginava, pois seu pai mal olha para sua cara. 

Em uma manhã fria, a vida desses dois jovens se cruzam e a curiosidade para saber mais um do outro é despertada, como se a dor de um reconhecesse a dor do outro. 
Ao chegar na escola Levi está se juntando ao populares, mas ainda assim nota Aria e isso é tudo que ela não queria, principalmente quando seu segredo é jogado no ventilador e todos começam a olhá-la com julgamento e desprezo, menos ele. 

Levi tem algo que conforta Aria: compreensão. Ele entende a dor que ela está sentindo e não se afasta dela como os outros, isso aquece o coração dela e diante do desmoronamento que seu erro está causando em sua família, ter Levi e sua musica ao lado dela é como um refúgio seguro e a cada dia a confiança entre eles se intensifica. 

Eles não podiam se apaixonar. Não agora diante de tudo que está acontecendo. Ninguém controla o coração, eles já sabem disso. Juntos tentarão encontrar algumas solução para todos esses problemas, mas eles não podem ficar juntos e se afastar pode ser a única opção. O que fazer quando seguir o coração é uma decisão  que não pode ser tomada? 
"Mas meu coração... meu coração acreditava em um tipo de amor simples e tranquilo. Um tipo de amor criado antes mesmo do tempo, maior do que quaisquer limites que o mundo impusesse a nós. Um tipo de amor sem limites de idade, e que era visto somente pelas almas de duas pessoas. Meu coração não me deu escolha. "
Mais uma vez Brittainy C. Cherry construiu um enredo brilhante e que discute temas atuais nos prendendo e nos fazendo refletir, esse foi mais um livro seu que encontrou. A escrita da C. Cherry é muito fluida e ela cria personagens que nos cativam e com o qual nós identificamos, amo tudo que já li dela. 


Todos nós estamos suscetíveis a errar, mas porque julgar e humilhar alguém por isso? Aria sente na pele a dor do desprezo, não somente na escola como também em seu próprio lar, no qual devia ser um lugar de segurança. Quando o pai de Aria decide mal falar com ela, o coração já ferido da protagonista se parte ainda mais, como alguém que ela tanto ama e que sempre a protegeu pode ter esquecido todo amor que um dia sentiu? 
Gostei bastante dos dramas familiares de Aria e de Levi que a autora levantou, pois nos aproxima da obra devido aos nossos próprios conflitos. 

A amizade entre Aria e Simon é inspiradora e muito verdadeira. Não é de hoje que afirmo o meu amor por narrativas que trazem a amizade em seus enredos, e ver como um apoia e incentiva o outro foi maravilhoso. Amigos também podem falhar conosco e a certeza de que seremos perdoados é o que faz a pureza e a sinceridade desse sentimento crescerem tanto em nós. Vejo a relação desses dois como um retrato de completude que me cativou bastante. 
"Um sorrisinho triste surgiu nos meus lábios. Melhores amigos são realmente especiais. Eles sempre nos lembram de que nunca estamos realmente sozinhos."
O esforço de Levi em tentar recuperar seu relacionamento pai/filho é muito lindo, pois o amor que ele tem pelo seu pai é nítido e muito intenso, me fazendo pensar na minha própria figura paterna, me aproximado ainda mais da narrativa.

O pai de Lavi tenta o afastar o tempo inteiro e isso nos irrita demais, porém ao longo da história percebemos as razões que ele tinha para isso, e o final que teremos disso tudo foi muito emocionante. 

Algo que gostaria de destacar é o fato de como, mesmo sofrendo preconceito nós podemos ser preconceituosos. Aria e Simon sempre foram "rejeitados" na escola e ainda assim julgavam a Abigail por ela ser considerada estranha, e sempre se manteriam distantes dela, mas ao se darem a oportunidade de conhecê-la melhor perceberem o quanto ela era uma boa pessoas e poderia acrescentar muito na vida deles. Não nos permitir a aproximação de alguém por um pré-julgamento nosso pode tirar de nós a chance de ter alguém incrível em nossas vidas. 

É impossível não se sentir tocado diante dos dramas adolescentes que esse livro aborda. Eu já estava acostumado com os livros mais "adultos" da autora, mas "Arte e Alma" me ganhou de um jeito que não sei explicar. Me conectei muito com a história dos personagens e cada lágrima que eles derramaram fazia meu coração chorar também, pois a certeza de que muitas "Arias" estavam vivenciando aquele tipo de desprezo me entristeceu muito. 
"Ela olhou pra mim como se realmente me enxergasse, enxergasse quem eu realmente sou. E Aria aceitava isso. Ela me encarava como se eu merecesse ser feliz. Verdadeiramente feliz."
A narração se intercala entre os protagonistas, uma marca das narrativas de Brittainy, e isso é algo que gosto muito, pois nos permitir uma inserção maior na obra e podemos compreender melhor os sentimentos dos personagens. 

O trabalho gráfico do livro está lindo! Não temos novidades na diagramação, mas a capa está fenomenal! Uma das capas mais lindas que já vi, e o acabamento fosco em uma espécie de veludo deixou ainda mais bela. Não encontro nenhum erro gramaticais, a revisão foi bem feita e a fonte segue bastante confortável, assim como nos demais livros da autora. 


"Arte e Alma" é um livro jovem, que une dramas adolescentes e relacionamentos em enredo bem construído e envolvente. Uma narrativa suave como as pinceladas em um quadro e profundo como notas musicais. Abra seu coração e deixe essa narrativa de tocar. 

Ficha técnica:


Título: A gaiola dourada 
Autora:  Brittainy C. Cherry
Título original: Art & Soul 
Tradução
Editora: Galera Record 
Edição: 1 
Ano: 2018 
ISBN: 9788501115584
Páginas: 308
Resenha de número: 424
Amazon

Nenhum comentário:

Obrigado pelo seu comentário!

Tecnologia do Blogger.