'Dois', de Oscar Nakasato

Em seu livro de estréia, 'Nihonjin' (Benvirá), Oscar Nakasato mostrou um pouco da história multicultural brasileira com foco na imigração japonesa. Assim, se destacou ao ganhar os Prêmios Benvirá de Literatura (2011), Prêmio Jabuti (2012) e o Prêmio de Literário Nikkei - Bunkyo de São Paulo (2012).


'Dois' é seu segundo romance e traz a história de dois irmãos que são completamente opostos um do outro. De um lado, acompanhamos a narrativa com o olhar do mais velho: Zé Paulo. Ele é um homem conservador e rigoroso em suas colocações, muitos do seu discurso é inflado por preconceitos e esteriótipos. Já o outro, Zé Eduardo, é mais aberto e cheio de inquietações que o leva a luta, a busca por mudanças. O primeiro foi contra a ditadura, o segundo se exilou em outros países (Chile e França) por conta de sua atuação contra o mesmo regime. Sob o olhar desses dois vamos acompanhar o desenrolar de suas histórias em relação ao passado e aos traumas da família que levou a intriga dos irmãos, partindo do atual presente de cada um deles já idosos.
"Hoje quase nada sei. Acordo todos os dias para viver as incertezas que me cabem, feliz por poder responder: eu não sei. A ignorância é leve, poupa-nos de muitos aborrecimentos. E o dia é longo, sinuoso..." (p. 29)
Em nenhum momento Oscar Nakasato nomeia os capítulos para deixar evidente quem esta narrando. Fica a cargo do leitor captar as deixas para se situar e notar qual dos dois irmãos tomou as rédeas da narrativa, ora Paulo ora Eduardo. Já as falas, em algumas situações, são são postas dentro do texto corrido, sem travessão. O que não é um trabalho tão difícil assim de se identificar e que não chega a atrapalhar na leitura, mas deixa o texto do Nakasato mais sofisticado.


Mas essa estrutura nos leva, às vezes, a dúvida acerca de quem está narrando, claro. E com isso, o leitor também entra em contradição, já que ao longo da narrativa tomamos um lado como preferido na mesma medida que posteriormente o lado do outro mostra os seus motivos, e também são coerentes. Assim, temas inesperados são abordos de surpresa e acabam surpreendendo o leitor ao retomar personagens que são tratados de forma mais amena durante a trama.

'Dois' é um romance delicado, retratando um período obscuro de nosso país com maestria e destaque para a verossimilhança que consegue transmitir no leitor.

Ficha técnica:


  Título: Dois
  Autor: Krishna Monteiro
  Editora: Tordesilhas
  Edição: 1
  ISBN: 9788584190584
  Gênero: Romance brasileiro
  Ano: 2017
  Páginas: 184
  Resenha: 412

Nenhum comentário:

Obrigado pelo seu comentário!

Tecnologia do Blogger.