Resenha #352: Sorrisos Quebrados - Sofia Silva

Sorrisos Quebrados
Título: Sorrisos Quebrados
É na escuridão que brilha o amor verdadeiro
Autora: Sofia Silva
Série: Quebrados # 1
Editora: Valentina
Edição: 1
Gênero: Romance
Ano: 2017
ISBN:
Páginas: 232
Adquira seu exemplar aqui!

Avaliação: 



Resenha


Mais que um simples romance "Sorrisos Quebrados" nos apresenta personagens falhos, imperfeitos, que em suas fragilidades se completam.
" Às vezes encontramos conforto no lugar que um dia tememos." (Pág 23)

Desde o início a narrativa é contada a partir do ponto de vista dos dois personagens principais: Paola e André, e já podemos ir sentindo as angústias de cada um deles e como ambos sofreram por amar.

Após sofrer anos de agressão doméstica em um casamento que parecia perfeito, Paola está tentando se recuperar dos traumas que o seu ex marido causou, em uma clínica que ajuda pessoas com problemas como o dela. Apesar de ainda ter diversas crises, Paola se recupera a cada dia e luta com tudo que tem para superar aquilo que causou a deformação em sua face: a falta de amor e a dor que isso causou.

Enquanto Paola sofreu por não ser amada, André sofreu por amar. Quando sua ex mulher entrou nas drogas, ele viu sua vida começar a afundar e ao descobrir que ela estava grávida fez tudo para que ela ficasse limpa e se tratasse. Porém, nem a maternidade conseguiu mudar ou freiar o vício dela e André teve que cuidar sozinho da filha. Por ter sofrido muito com o descuido da mãe, Sol também frequenta a clínica na qual Paola faz seu tratamento e sem explicação alguma, quando a filha de André a conhece, simplesmente se encanta e as duas começam uma relação de amizade inesperada e Paola se vê imensamente ligada à Sol e em consequência disso, à André.
"Sinto quando ele se distancia e me deixo cair, colocando a mão na boca para silenciar o choro, mas é impossível. Pela primeira vez em anos, choro sem ser de tristeza." (Pág 43)
Quando a proximidade entre eles começa a aumentar e a intimidade estreitar, um misto de sentimentos e emoções tomam contas dos dois e eles não sabem que caminho tomar. O medo de serem quebrados novamente pode impedi-los de viver aquilo que sempre buscaram na vida: o amor.

Uma das minhas melhores leituras do ano, com certeza. Impossível não favoritar. A escrita de Sofia Silva é única e ela soube exatamente como dosar o drama, o humor e amor em sua narrativa, além de prender o leitor do início ao fim.

Trabalhar temas "polêmicos" como violência doméstica e tantos outros que estão sempre presentes nas narrativas da autora, requer uma alta sensibilidade que Sofia mostrou ter durante toda a história.
Apresentar personagens quebrados , que fogem da perfeição e são tão comuns como qualquer outro, nos aproxima da narrativa e nos faz enxergar coisas em nós mesmos que antes não víamos. As linhas desse livro, nos provam que ser quebrado não significa que você é fraco ou incapaz, mas que somos humanos, suscetíveis tanto ao fracasso quanto ao sucesso, que podemos viver e ser feliz mesmo com nossas limitações e fraquezas.
"Somos como plantas: sem afeto murchamos, e o que havia de bonito em nós seca." (Pág. 100)
Apesar do romance levemente previsível, é preciso destacar a originalidade de "Sorrisos Quebrados" seja na trama, seja nas diversas discussões que o livro levanta e ao tratar de problemáticas que parecem ser "muito discutidas" , Sofia Silva da voz aqueles que estariam sós e a margem da normalidade. Além do mais, Paola também passa uma sensação de "A Bela e Fera" ao contrário, já que ela tem uma aparência que assusta quem a vê, por mais que as marcas físicas que ela carrega sejam a comprovação de sua resistência e persistência em viver.
A parte gráfica do livro esta magnífica! As cores selecionadas estão harmoniosas e apresenta detalhes incríveis que servem para deixar a obra ainda mais linda. Os capítulos são curtos , proporcionando uma livro bem fluída.

Um livro por vezes denso, por vezes triste , mas acima de tudo reflexivo. A autora portuguesa surpreende e mostra com sua obra, que é preciso amar si mesmo , e que cada pedaço nosso que fora quebrado , pode sim ser reconstruído e superado, nos fazendo melhores e mais fortes. Por isso amo ser quebrado, seja quebrado você também e se apaixone por esse belíssimo livro.

Resenhado por:
Ítalo Bernardo!


Nenhum comentário:

Obrigado pelo seu comentário!

Tecnologia do Blogger.