Nos siga no Instagram! TOP 5: coisas para se fazer em um dia de tédio Desventuras em Série #1: Mau Começo - Lemony Snicket Resenha #229: Era dos Extremos - Eric J. Hobsbawm
0

Resenha #334: O orfanato da luz - Caroline Cristine Pietrobon

Título: O orfanato da luz
Autor: Caroline Cristine Pietrobon
Edição: 1
Editora: Giz Editoral
ISBN: 9788578553081
Gênero: Literatura Brasileira
Ano: 2013
Páginas: 80

Adquira seu exemplar Aqui!


Avaliação: 





Resenha




Um livro sobre espiritualidade e conhecer a si mesmo, sobre encontrar seu lugar nesse mundo e cumprir sua missão. 
No Orfanato São Bento, vivem muito felizes 14 crianças que são criadas por duas freiras: Madre Maria e Madre Marta. É nesse lugar que a pequena Clarice de 7 anos vive, sempre alegre ela é uma garotinha muito especial que sempre faz suas orações e busca ser o mais bondosa possível.

Em lindo dia de sol, Madre Marta decide levar as crianças para passear no parque, porém Clarice opta por não ir e fica em casa com uma de suas amigas e Madre Maria. É nesse passeio que um terrível acidente acontece deixando duas pessoas do Orfanato em um estado muito grave, e quando tudo parece ser o fim a pequena Clarice instiga a todos a buscarem a Deus e terem fé para que o milagre possa acontecer. 
A sabedoria de Clarice irá direcionar seus amigos em um caminho de luz e conhecimento em direção aos segredos espirituais. Eles precisarão passar pelo processo se quiserem chegar em um lugar de completo amor , paz e descanso. 
"Lutem e conquistem o que têm de mais precioso, que é o amor. [...] O que realmente importa é o que está dentro." (Pág 75)
O livro foi baseado em uma experiência que a autora teve com Deus, e achei esse fato muito legal. 
"O Orfanato da Luz" foi uma leitura bem diferente daquilo que leio frequentemente, e achei o livro bem interessante. 
A começar por Clarice , que é uma criança que busca sempre fazer o bem aqueles que a cercam, e isso é uma coisa que está em falta em nossos dias: empatia. Mesmo com uma das crianças do orfanato fazendo de tudo para irrita-lá e afirmando ter ódio dela, Clarice permanece firme em seu propósito, gostei muito dessa postura dela. 
A narrativa ainda nos mostra que para que possamos progredir é preciso perdoar aqueles que nos afrontam e acima de tudo, perdoar a nós mesmos. Guardar mágoas e rancor somente nos atrasam e nos impedem de alcançar lugares mais altos, melhores. 
Essa obra ainda traz uma mensagem sobre o amor muito bonita. O amor tudo suporta e nos leva para lugares jamais imaginados por nós, e o amor que a protagonista sente por seus amigos é tão forte e puro que ela é capaz de fazer de tudo para ajudá-los a transcender a dor e a dificuldade, para finalmente atingirem o ápice da luz. Isso foi uma coisa que gostei muito no livro. 
A capa assusta um pouco, não vou mentir, mas é bastante condizente com a história , e apesar das inúmeras reflexões que a obra traz, a leitura é bem rápida. 
"Todos os corações estão ligados uns aos outros. É uma relação de amor." (Pág 45)
"O Orfanato da Luz" é um livro simples em uma narrativa curta , mas que passa uma linda mensagem de fé e de esperança em coisas melhores e maiores. Independente de religião acreditar e ter fé em coisas boas e que o sofrimento pode ser transformado em momentos felizes é muito importante para superarmos as dificuldades. 
Uma leitura bem espiritual e reflexiva, que certamente agradará aos leitores do gênero. 

Resenhado por:
Ítalo Bernardo



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário!