Resenha # : Extraordinário - R. J. Palacio

23:14
Extraordinário
Título Original:
Edição: 1
Editora: Intrínseca
ISBN: 9788580573015
Ano: 2013
Páginas: 320
Tradutor: Rachel Agavino

Sinopse: August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso ele nunca frequentou uma escola de verdade... até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.


Avaliação Pessol: 5 estrelas.


Resenha


Sabe aquele livro em que já nos primeiros capítulo fazem com que a a gente pare e fale em pensamentos: "Que livro fantástico."? Pois, é exatamente o que ocorre neste lindo livro. 


Augusto Pullman, ou simplesmente Auggie é um garoto de dez anos, que assim como outros de mesma idade, gosta de videogames e tem uma grande paixão pela série de TV Star Wars. O que poderia torná-lo um garoto normal. No entanto, a vida não foi justa com o Auggie, e, infelizmente, ele nasceu com uma grave deformidade em seu rosto caudada por um gene raro, fazendo-o assim, ter que passar por diversas cirurgias corretoras, ou seja, a segunda casa do Auggie tornou-se o hospital, seja passando por tratamentos ou cirurgias. Desde então, ele nunca havia frequentado uma escola normal, até que chega esse dia...

O romance Extraordinário é narrado em primeira pessoa por Auggie e alguns de seus amigos e familiares, tornando a leitura cativantes, onde temos o conhecimento das dificuldades que ele têm que passar para ser aceito e os julgamentos que vem em grande parte dos seus colegas. 

De forma dócil, J. R. Palacio consegue transmitir uma mensagem anti-bullying, através de um garotinho que tinha todos os ingredientes necessários para cozinhar uma sopa de tristeza e solidão, porém, ele escolheu mostrar que apesar das dificuldades e do preconceito - algo que há em todas as classes sociais, sem esquecer que, por mais que pareçam seres angelicais, algumas crianças também não fogem dessa realidade - é possível lutar e superar estes empecilhos em nome de algo maior: A nossa felicidade.

Ao meu ver, o Auggie nunca será normal, pois, assim como o título, ele é Extraordinário.

Nenhum comentário:

Obrigado pelo seu comentário!

Tecnologia do Blogger.